Contrapontuando

Um excesso o ibope da palavra excesso hoje em dia. Excesso de comunicação, excesso de exames médicos,  excesso generalizado de bagagens, excesso de itens na minha lista de pendências. Mesmo trocando a palavra,  a sensação de  “muito” não sai. Exagerada  é a raiva dos motoristas no trânsito, um exagero o tempo que se perde com atendentes eletrônicos, cirurgia plástica e exagero já são praticamente sinônimos. Imensa é a reação da natureza aos maus tratos acumulados, um medo imenso de sair na rua e ser assaltada, imenso é o consumo de remédios pra dormir . Mas como pra tudo existe um oposto a ser considerado eu também acho: uma delicia o exagero de Cazuza na  sua musica, ótimo cometer um excesso quando sobra peru de Natal e voltamos a ele no dia seguinte, de pijama, na copa. E o feriado então….o feriado quando é imenso  não é o máximo?       (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

2 Comentários em “Contrapontuando”

  1. Carola
    03/04/2011 às 21:01 #

    Tenho inveja dos minimalistas e mais ainda dos cleans – de alma, de vida e de decoração (?): nasci barroca, cheia de excessos, e já decidi: vou morrer assim mesmo, sem culpa nenhuma e feliz! bjs

    • 03/04/2011 às 21:01 #

      Conheço seus excessos, todos ótimos! bjs Rê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: