As aventuras de Nicolau (todos na família tem esse nome)

Já falei nesse blog que sou uma pessoa desastrada. Acho que é genético pois a síndrome se repete e, no caso do meu irmão, com manifestações mais graves . Algumas histórias são impublicáveis de tão surreais. Ao longo de seus 44 anos de idade, ele alterna situações de constrangimento internacional com acidentes “das arábias”. Já quebrou a tíbia esquiando no Iran, já caiu de moto no deserto de Dubai, quase se afogou no mediterrâneo depois de levar uma pranchada do kite surf no meio da testa. Resulta que Nicolau é todo parafusado. Quanto aos micos, resumo os mais recentes: pulou pelado na piscina de um mega hotel em Hong Kong, achando que estava na ala do spa; entrou de gaiato numa conversa, escutou a palavra Capadócia e perguntou que sobremesa era aquela; foi fazer massagem com um terapeuta paquistanês e, numa falha auditiva dele e fonética do cara, confundiu “finish”com “penis”. Ai, ai, ai. O que salva meu irmão, apesar de tudo, é seu charme natural. Todo mundo adora e perdoa esse Nicolau. Menos minha cunhada que agora ameaça devolver o estrupício. O último tombinho de moto foi essa semana. O cara tá todo ralado, pulso quebrado, no estaleiro outra vez. Dou razão pra ela, ah como dou.      (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

6 Comentários em “As aventuras de Nicolau (todos na família tem esse nome)”

  1. Kanguru
    08/05/2011 às 21:01 #

    De novo Kiko !!!
    O dia em que ele se aposentar podia escrever um livro.
    Todo mundo ia adorar.

  2. Marina
    08/05/2011 às 21:01 #

    Rê, será que ele é mesmo nosso irmão? De pai e de mãe?

    • 08/05/2011 às 21:01 #

      kkkkk hmmmm fiz uma auto critica rápida e conclui que sim! hahahha

  3. Edu
    08/05/2011 às 21:01 #

    Eu tenho uma também com ele que nunca me esqueço. Uma vez chegamos a noite em Minas Gerais (represa de Três Marias) para correr um campeonato de 470. Cansados, mas com a tarefa de ajeitar o barco para o dia seguinte. O Kiko pega o mastro , levanta e na hora de por no barco encosta o mastro em dois fios de alta tensão. Rola um explosão absurda, ele larga o mastro, o curto circuito apaga a luz do clube e do hotel por horas. Demos o ar da graça na nossa chegada, o mastro ficou com um rombo, mas velejamos. Kiko estava lá, e estamos vivos… hehe

    • 08/05/2011 às 21:01 #

      hahahaha essa eu não sabia Edu! Adorei! Bjsss pra vc e um especial pra Bel mamãe, hoje!

  4. Marcia Moraes de Souza
    15/05/2011 às 21:01 #

    Adorei !!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: