Regionalidades

O Rio de Janeiro apresenta algumas peculiaridades – ao menos para uma curitibana que mora em São Paulo. Chega a ser cômico usar camiseta enquanto os cariocas usam, não apenas casacos, mas também cachecol. Tremem de frio e fazem fondue a uma temperatura de 20°C. E ainda comentam: há anos não passamos por inverno tão rigoroso! Sem contar que depois de morar quase 3 anos em São Paulo é difícil se acostumar com o serviço de qualquer outro lugar. Passar as compras no mercado por exemplo. Aqui a funcionária não apenas passa os produtos pela leitora. Faz comentários sobre eles, mostra pra colega ao lado, lembra de uma história, ri dela mesma…tudo isso com o mesmo produto ainda na mão. A mim cabe esperar já que, ao que tudo indica, os outros clientes acham isso bastante natural. Essa informalidade faz parte do espírito da cidade. Dia desses estava na livraria, sentadinha, lendo um livro. Uma mulher se aproximou (notem que não era funcionária) e começou a conversar: “Esxxtou vendo que você gosxxta de ler! Tenho livrosxx ótimosxx pra te indicar!” Desde quando curitibano fala com estranhos? Desde que mora em São Paulo, naturalmente. Troquei figurinhas com a desconhecida. Ou seja, acho que já estou me ambientando no Rio. A tudo. Ou quase tudo: bueiro que explode tá exigindo muito de mim…   (RM)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

3 Comentários em “Regionalidades”

  1. Sarah
    10/07/2011 às 21:01 #

    Adorei voce como curitibana falar com estranhos…
    Mas isso è uma coisa tao brasileira, e eu sinto UMA saudades deste ” calor” humano…

    • Tiu Caco
      11/07/2011 às 21:01 #

      não sei como vc sobreviveu a tanto “frio” fora do Brasil

  2. Luciana Südickum Raymundo Laska
    11/07/2011 às 21:01 #

    Gaúcha em Curitiba: Sei bem como é esta história de Curitibano não falar com estranhos….foi bem difícil há 20 anos quando vim do Rio Grande do Sul para morar aqui em Curitiba, mas nada como o tempo…ano após ano para as coisas e pessoas melhorarem…Assim é a grandiosidade da ciranda da VIDA.
    Maravilha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: