Rebola!

Minha empregada Eliete abandonou o posto. Saiu pra ir ao médico e não voltou mais. Mesmo abalada descobri que, pelo menos na hora do almoço, consigo substituí-la sem desespero. A solução: Bocadinho.com.br, dica da querida madrinha Carola. Comida caseira, super gostosa, com duas opções de menu todos os dias. Entregam em casa, perfeito. Começo a acreditar que o sumiço da Eliete foi uma coisa boa que me aconteceu. Eu mesma já deveria ter tomado essa atitude. Pensando bem ninguém aqui estava feliz, nem eu nem ela. Foi ótimo. Sim, me sinto aliviada e moderna. Esse negócio de ter funcionária morando em casa é coisa do passado. Alguém que cozinhe bem, lave e passe e ainda durma é mais raro de encontrar que marido. O Brasil mudou, melhorou, então é natural que eu também avance. Melhorar no meu caso é não ter empregada nenhuma. Partir pra outra. Evoluir. Estou convencida disso. Só me falta uma varinha de condão que solte  estrelinhas, faça plin-plin e transforme esse discurso bonito em realidade, começando pela  pilha de louças,  “evoluindo” até a de roupa suja.    (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

8 Comentários em “Rebola!”

  1. Sarah
    04/08/2011 às 21:01 #

    Muito bem! Para ficar tudo perfeito, sai AGORA e compra una lava louça!
    A sua vida vai mudar . E a melhor empregada que eu tenho. Nao tira ferias, nao preciso pagar o 13 salário e a minha cozinha esta sempre em ordem. A dica foi dada…

    • 04/08/2011 às 21:01 #

      Tô aceitando essa sua sugestão amiga! Bjsss

  2. 04/08/2011 às 21:01 #

    Novos tempos para as senhoras e senhoritas da “casa grande e senzala – como era na minha casa… Na realidade uma escravidão a dois: a da empregada e …a nossa, que estamos sempre correndo atrás desta – cada vez mais sensível e muitas vezes raivosa – relação…
    Esta dica da máquina de lavar pratos (além óbvio das máquinas de lavar e secar roupas) é ótima – e ainda inacreditavelmente pouco usada por aqui…
    Outra experiência “libertadora” que eu tenho feito na minha casa em SP (ainda não na casa de campo) é “do it yourself”… e tenho visto o quanto mistificamos e complicamos as tarefas mais simples… Que sossego ter ajuda somente alguns dias da semana e o restante estar sozinha em casa, sem ninguém parecendo um fantasma atrás de mim fazendo mil perguntas, contando casos complicados, enfim tirando a minha privacidade…
    Ainda vamos gostar desta nova realidade….

  3. Miguel Pinto Guimaraes
    04/08/2011 às 21:01 #

    Boa Re, Agora que acabou aminha obra vou tomar a mesma atitude. Nao aguento mais a minha empregada, me sinto refem na minha propria casa… Quando as criancas estao aqui quem faz tudo sou eu, ate a comida, junto com eles… Ela so serve pra arrumar cama e lavar louca, nada que qualquer diarista nao faca… Ja liguei pro contador e pedi “as conta” dela! Reparei vai causar uma onda de desemprego pelo Brasil! Beijo

  4. Milena
    04/08/2011 às 21:01 #

    Que reconfortante saber que todas nos passamos pelos mesmos apuros…
    ADORO chegar em casa e nao ter empregada! Infelizmente com criancas pequenas ainda sou um pouco refem.
    As vezes ate prefiro fim de semana em SP, saio para almocar e jantar fora e acabo descansando mais do que na Baro (imagine…)
    E’ isso ai Re, vai de “bocadinho” ( adorei a dica) no almoco e sopinha no jantar, por um tempo voce sera mais feliz!
    Beijos

  5. tia Carola
    04/08/2011 às 21:01 #

    LAVA-LOUÇAS! foi o melhor presente que recebi no último ano! diz o Affonso que eu brinco com ela todo final de semana, e é verdade… cozinha em ordem e sem pilhas de pratos, copos e talheres na pia, me sinto nos States, super móderrna! para completar comprei aquelas esponjinhas de cabo que vc coloca o detergente dentro sooo american e pelo menos o bule do café eu lavo: confesso que as panelas deixo prá Fátima lavar na 2a. feira – ainda não abandonei totalmente minha Casa Grande… bjs

  6. 04/08/2011 às 21:01 #

    Tema polêmico esse né? Muito obrigada pelas sugestões e pela solidariedade. Aparecerem duas candidatas, vamos ver…mas tô me animando a comprar mesmo a máquina de lavar louças . Além disso quero promover um workshop familiar pra mudar a cabeça de todos. Mão na massa será o tema! Bjssss Renata

  7. Marina
    05/08/2011 às 21:01 #

    Dependendo do marido, impossível essa tão sonhada “desempregatização”! Adoraria!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: