Onde você estava?


Eu e minha família estávamos em Boston, Massachusetts. O telefone tocou, liguei a TV, o segundo avião acabava de bater. Na paisagem da janela nada tinha mudado mas ao mesmo tempo tudo se transformava pra sempre. Ao vivo e tingindo a tela de cinzas, as torres desabavam. Parecia que iria desabar também nosso projeto de passar 1 ano nos Estados Unidos. Uma sensação estranha, desconhecida. Resistimos até começar a assombração do Antraz. Aí não deu mais. Acho que pelas meninas, na época com 4 e 8 anos, é que tive medo. Imaginava o que de pior os terroristas poderiam fazer. Envenenar o reservatório de água, explodir escolas, pesadelos assim. Voltamos pra São Paulo por 1 mês e meio. Foi o tempo necessário pra entender que esse medo paralisante era exatamente o que  não devíamos sentir. “Bin Laden não vai mandar na minha vida.” As vezes a racionalidade de um marido tem razão de ser. Então retomamos o ano sabático, uma experiência de convívio familiar maravilhosa por mais que essa palavra destoe do texto. 10 anos depois, todo mundo tem sua história inesquecível pra contar. Essa é a nossa. Quase interrompida mas que seguiu firme em frente.  (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Onde você estava?”

  1. Sarah
    05/09/2011 às 21:01 #

    É verdade! Tinha me esquecido deste pedaço da sua existência …
    Morando aqui deste lado, tenho a impressão que durmo sobre um barril de polvoras…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: