Força estranha

Pra se sentir poderosa uma mulher tem, a seu dispor, os recursos acima. Isso tudo e mais uma passadinha no cabeleireiro é o suficiente pra dissolver a maioria das instabilidades emocionais. OK, futilidades. Mas a vida também  é assim e quer saber? Os homens adoram. Eu que nunca liguei pra joias confesso que ando estacionando em frente a vitrines, achando bonito, querendo pegar na mão. Tenho várias amigas que possuem, porque compraram ou ganharam, brincos, anéis, pulseiras e colares de todo tipo. Eu sou um pouco lerda, só isso. Recentemente tive duas festas importantes e acabei  descobrindo na gaveta uma pulseira maciçona, que pertenceu a uma tia da família. Ela, a pulseira, sorriu pra mim!  20 anos engavetada, a coitada. Acreditem, foi o tempo que eu demorei pra enxergá-la. Freud e Jung juntos devem  explicar tamanha cegueira. No entanto, prefiro pensar que tudo na vida tem sua hora. Meu encontro mágico com a pulseira só aconteceu agora porque até então eu não estava espiritualmente madura ou irracionalmente liberada (tanto faz!),…pra derretê-la!   (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: