Americanização da tapioca

Durante quase dois anos fui responsável pela conta da Kellogg’s numa agência de propaganda multinacional. Cada produto tinha uma enxurrada de regras o que fazia da minha rotina um conflito sem fim. A questão central: nós, Brasileiros, gostamos de comer Sucrilhos à tarde, em frente a TV, tipo snack. Mas a Kellogg’s queria porque queria que o cereal preferido fosse Corn Flakes, e tinha porque tinha de ser consumido no café da manhã. Mr. Kellogg’s se achava o mensageiro da alimentação saudável, que era a americana, óbvio. Bom, milhões de reuniões estressantes depois acabamos recomendando a única ferramenta de marketing capaz de modificar ou criar novos costumes por aqui: novela na TV Globo. Apesar que a audiência já não é mais a mesma, ainda se copia tudo o que aparece nas novelas. Então lá foi o insosso do Corn Flakes, cumprir sua missão “educativa”. Na época o cliente esnobou as pesquisas, o pãozinho na chapa, os horários e, principalmente, o paladar dos consumidores. Claro que não deu certo. Hoje o Brasil tá na crista da onda. Por isso me lembrei da crista do Galo Cornelius. Hoje, a regra do jogo é outra. E o futuro, à tapioca pertence!  (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: