Entre as quadras e os palcos

Minha vida, atualmente, se resume a isso. Nunca joguei e tampouco fui dada a performances, mas divido meus dias entre jogos e apresentações. Um marido técnico e uma filha que ama teatro. E por mais estranho que possa parecer, a semelhança entre esses dois mundos é imensa. Durante anos acompanho meu marido escalando equipe. As dificuldades e o dilema de escolher quem vai ocupar as poucas vagas de um time. De outro lado, vejo minha filha aguardando ansiosa o resultado de uma audição. Relembra todos os momentos do teste, os erros, os acertos, o saldo. Rói as unhas, refaz os passos, fica ao lado do telefone esperando a aguardada ligação. Quando o trabalho começa, mais que um time, ele precisa formar uma equipe. Ela, se esforça em fazer parte do grupo, em acompanhar o que é exigido, em responder à altura a confiança que lhe foi dada. Treinam, ensaiam, com a certeza de quem ninguém é melhor ou pior, apenas mais preparado. Não desistem, não sucumbem, ainda que algumas noites sejam passadas em claro pensando na equipe adversária ou nas dificuldades do novo papel. Enquanto ele já aprendeu a lidar com a competição, ela ainda se ancora nas lágrimas para lidar com as vaidades do meio. O processo, enfim, é muito parecido. Ontem, quando subiu ao palco ela não buscava apenas os aplausos. Ele, que viu sua equipe subir no pódio para receber o ouro, não buscava apenas uma medalha. Eles buscaram e conquistaram um sonho. Cada dilema, cada dificuldade, cada lágrima, valeram a pena. Agradeço aos dois que me ensinam diariamente que, sim, é possível sonhar. E principalmente, que é possível fazer acontecer. (RM)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

4 Comentários em “Entre as quadras e os palcos”

  1. Bernardo
    30/10/2011 às 21:01 #

    Nani e meninas parabéns pela belíssima conquista do grupo liderado pelo Rubinho, exemplo de dedicação, seriedade , profissionalismo, e acima de tudo exemplo de pessoa, marido, pai e amigo
    Abraço carinhoso
    Bernardinho

  2. Bruna
    30/10/2011 às 21:01 #

    Fui dormir quase 5 da manha, vendo a final do Pan, acordei e fui malhar. Na volta da academia vim pensando o que sera que teria no blog a respeito do titulo! Adoro os seus textos, criticas, ponto de vista.. a familia toda esta de parabens!!!

  3. ADRIANA LATORRE
    31/10/2011 às 21:01 #

    RÊ ACORDEI ANSIOSA PRA VER SEU POST Á RESPEITO DO OURO ,E CONFESSO MI SURPREENDI COM O LINDO TEXTO ,A FAMILIA É SÓ TALENTO
    MUITO FELIZ POR VCS !

    ADRI

  4. Mônica Villar
    03/11/2011 às 21:01 #

    Querida Rejane,

    Mais uma vez me emociono com seus reparos que refletem a realidade da nossa vida cotidiana repleta de dores e alegrias! 10!
    Grande Beijo,
    Mõnica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: