Continue a nadar, continue a nadar!

Meu Deus como posso ser tão péssima? Estava eu num almoço cheio de amigos quando de repente olhei para uma pessoa que eu conheço e simplesmente não a reconheci. Passados alguns minutos meu anjo da guarda emitiu um alerta e lá fui eu remendar o estrago. Que vexame. Fico pensando que já devo ter feito isso outras vezes, possivelmente em dias de folga do meu anjo. Nunca saberei.  Também já passei vergonha ao contrário. Cumprimentei festivamente uma senhora e recebi de volta um olhar tipo ‘te conheço’? Por sorte não foi no mesmo almoço.  Sou a própria Dory, aquela do filme Nemo. E não sei o que fazer a respeito, além de pedir desculpas repetidas vezes. Agora me lembrei de outra situação. Tem uma amiga que eu cismo em chamar de Raquel, mas na verdade o nome dela é Rebecca. Eu já sei que não é Raquel mas o nome certo sempre me abandona, toda vez que nos encontramos. Fica aquele silêncio…e eu não apresento a moça para quem estiver comigo, por absoluto travamento mental. Eu juro que minha mãe me deu educação. Será que eu também esqueci isso?? (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

3 Comentários em “Continue a nadar, continue a nadar!”

  1. 21/11/2011 às 21:01 #

    Ahahahaha!
    Conheço bem os dois lados da história, outro dia tive a sorte de ser recíproca a cara de “eu te conheço”, foi difícil revolver as milhares de camadas que escondiam tal conhecimento, foi engraçado, ela estava com a mesma cara que eu, expressão de “varredura” na memória! Nesse caso não era loucura ou pura cisma, existe uma foto!
    O pior é com os alunos de educação infantil, passaram-se 20, 30 anos, eu envelheci, e eles que hoje são adultos? eu já reconheci uma moça que estava cismada comigo, passou uma, passou duas, na terceira vez resolvi arriscar e chamá-la pelo nome que me veio à cabeça, era ela! Eu não me chateio com quem não me reconhece, não gosto de quem “fecha a porta” com esses antipáticos “eu te conheço”?

    • 21/11/2011 às 21:01 #

      Acho que o jeito a gente se acostumar com essas situações porque daqui pra frente só piora! Bjss

  2. Adriana
    21/11/2011 às 21:01 #

    Me identifico totalmente com essa situação de não apresentar por não lembrar o nome da pessoa…e o nome fica na ponta da lingua…e aí depois de uma hora cai a ficha…ou as vezes não…totalmente Dory…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: