Explode coração

Por conta da minha filha, ou melhor, do namorado dela, me envolvi com o Corinthians. É coisa contagiosa. Sou uma São Paulina ‘evoluída’. Isso quer dizer que não odeio os outros times. Que posso ficar feliz com o pentacampeonato da concorrência. Feliz pela felicidade deles. Que é intensa, visceral, deve até doer. Ele, meu genro, estava lá no Pacaembú. Voltou surdo de tanto rojão no ouvido. Passou aqui em casa antes da pentapizza, só pra mostrar a faixa da vitória. Beijou a namorada e depois foi se perder na noite. Foi sofrer seu título, louvar o Dr. Sócrates, abraçar os irmãos, o pai e o avô. Foi ser Corinthiano. Mesmo sem vestir a camisa, é uma festa linda de se ver.   (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

5 Comentários em “Explode coração”

  1. Sergio Lulia Jacob
    08/12/2011 às 21:01 #

    O pai corinthiano sempre teme que seus filhos sigam outra religião…com os meus esse risco não existe mais. Ao mais velho (Victor) resolvi dar a opção, quando tinha uns 8 anos. O Corinthians estava mal, o São Paulo à toda, os amigos implacáveis na tiração de sarro…Me arrependi imediatamente após ter falado, receoso do que fosse escutar. Para minha alegria foi “Tá louco, pai? Sou Mano!!!”.

    Com o mais novo (Pedro) resolvi não arriscar. Nunca perguntei o que pensava, não lhe dei opção. Mas no fundo ficava sempre aquela dúvida: será que é ele também um Fiel?

    Domingo à tarde estávamos lá, no Pacaembu, esperando o jogo começar. Eu com aquele frio na barriga que sinto apenas pelo Timão; eles (Victor e Pedro) brincando, cantando, olhando os “manos” rezarem e fazerem promessas. Surge então, no telão, a foto do Sócrates. O estádio todo fica em pé e, como se tivessem ensaiado, todos começam a gritar o nome do ídolo que morrera aquela manhã. Olho para o Pedro: ele está mudo, arrepiado, uma lágrima se formando nos olhos pelo craque que não conhecera. A dúvida acabava ali: bem vindo, filho, mais um para esse bando de loucos.

    • 08/12/2011 às 21:01 #

      Que lindo Sérgio! Esse seu comentário é um post! Adorei! Beijos e obrigada pelo clique.

      • Sergio Lulia Jacob
        09/12/2011 às 21:01 #

        Hehehe…acho que o Coringão me inspirou…

        Renata, não sabia que você tinha esse blog. O Ricardo me mostrou ontem, e achei muito legal. Parabéns! Bjs,

  2. silvia
    18/12/2011 às 21:01 #

    Que lindo Renata, não tinha lido este post, me emocionei….bjs
    Silvia

    • 18/12/2011 às 21:01 #

      Obrigada Silvia! Segundo o Marcelo, estamos quase nos convertendo! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: