Noite estrelada

Meu irmão era pequeno quando viu pela tv o leilão de um Picasso. Ficou pasmo com o valor que pagaram pelo quadro. Ficou ainda mais pasmo quando viu o quadro. Tentou convencer sua professora – que tinha na pintura um hobby – a vender todas as suas telas. Se Picasso vendia aqueles desenhos deformados por um valor exorbitante, ela que pintava as florzinhas com perfeição, certamente ganharia uma fortuna. Dedico, portanto, esse post ao meu irmão. Assisti esse vídeo e lembrei imediatamente dele (talvez porque Van Gogh também tenha sido incompreendido, sei lá). Encontrei ainda essa carta que Van Gogh escreveu para Émile Bernard:

Mas quando pintarei meu céu estrelado, esse quadro que me preocupa constantemente? Ai de mim! Ai de mim! É exatamente como o excelente Cyprien diz no En Ménage de J.K. Huysmans: ‘Os quadros mais bonitos são aqueles com que sonhamos quando fumamos cachimbo na cama, mas que jamais pintamos.’ Mesmo assim devemos atacá-los, por mais incompetentes que nos possamos sentir ante a perfeição indescritível, os gloriosos esplendores da natureza.

Starry Night, 1889 – MoMA

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: