Para quem já teve um filho e plantou uma árvore

A Americana Francine Prose é escritora, ensaista, crítica e professora de literatura nas universidades Harvard e Columbia. No livro ‘Para ler como um escritor’, ela recomenda a lista de títulos abaixo, um belo desafio para quem deseja vitaminar a vontade de se tornar escritor. Ela tem autoridade no assunto. Cabe a nós concordar ou discordar, ler como leitor ou como futuro escritor. Uma bagagem dessas, certamente abre caminhos.  (RL)

Livros para Ler Imediatamente:

Akutagawa, Ryunosuke. Contos Fantásticos

Alcott, Louisa May. Mulherzinhas

Anônimo. A Cancão de Rolando

Austen, Jane. Orgulho e Preconceito

Austen, Jane. Razão e Sensibilidade

Bábel, Isaac. O Exército da Cavalaria

Balzac, Honoré de. Prima Bette

Brodkey, Harold. Quatro Histórias ao Modo Quase Clássico

Bowles, Jane. Duas Senhoras Bem-Comportadas

Brontë, Emily. O Morro dos Ventos Uivantes

Calvino, Ítalo. As Cosmicômicas

Carver, Raymond. Where I’m Calling From: Selected Stories

Carver, Raymond. Catedral

Cervantes, Miguel de. Dom Quixote

Chandler, Raymond. O Sono Eterno

Díaz, Junot. Afogado

Dickens, Charles. Bleak House

Dickens, Charles. Dombey and Son

Dostoievski, Fiodor. Crime e Castigo

Dybek, Stuart. I Sailed With Magellan

Eisenberg, Deborah. The Stories (So Far) os Deborah Eisenberg

Eliot, George. Middlemarch

Fitzgerald, F.Scott. O Grande Gatsby

Fitzgerald, F.Scott. Suave é a Noite

Flaubert, Gustave. Madame Bovary

Fox, Paula. Desesperado

Franzen, Jonathan. As Correções

Gallant, Mavis. Paris Stories

Gaddis, William. The Recognitions

Gates, David. The Wonders of the Invisible World: Stories

Gibbon, Edward. Declínio e Queda do Império Romano

Gogol, Nikolai. Almas Mortas

Green, Henry. Doting

Green, Henry. Loving

Hartley, L.P. O Mensageiro

Hemingway, Ernest. Paris é uma Festa

Hemingway, Ernest. O Sol Também se Levanta

Herbert, Zbigniew. Selected Poems

James, Henry. Retrato de Uma Senhora

James, Henry. A Volta do Parafuso

Jarrell, Randall. Pictures From na Institution

Johnson, Denis. Angels

Johnson, Denis. Jesus’ Son

Johnson, Diane. Le Divorce

Johnson, Diane. Persian Nights

Johnson, Samuel. The Life of Savage

Joyce, James. Dublinenses

Kafka, Franz. O Processo

Kafka, Franz. Veredicto e Na Colônia Penal

Kafka, Franz. A Metamorfose

Le Carré, John. Um Espião Perfeito

Mandelstam, Nadezdha. Hope Against Hope: A Memoir

Mansfield, Katherine. Collected Stories of Katherine Mansfield

Márquez, Gabriel García. Cem Anos de Solidão

Marques, Gabriel García. O Outono do Patriarca

Melville, Herman. Bartleby, O Escrivão

Melville, Herman. Benito Cereno

Melville, Herman. Moby Dick

Milton, John. Paraíso Perdido

Munro, Alice. Selected Stories

Nabokov, Vladimir. Lectures on Russian Literature

Nabokov, Vladimir. Lolita

O’Connor, Flannery. É Dificil Encontra um Homem Bom

O’Connor, Flannery. Sangue Sábio

Price, Richard. Freedomland

Proust, Marcel. No Caminho de Swann

Pynchon, Thomas. O Arco Íris da Gravidade

Richardson, Samuel. Pámela: Or Virtue Rewarded

Roth, Philip. Pastoral Americana

Roth, Philip. Philip Roth: Novels and Stories 1959-1962

Rulfo, Juan. Pedro Páramo & Chão em Chamas

Salinger, J.D. Franny e Zooey

Shakespeare, William. Rei Lear

Shteyngart, Gary. O Pícaro Russo

Sófocles. Édipo Rei

Stead, Christina. O Homem que Amava Crianças

Livros Brasileiros para Ler Imediatamente:

(01) Abreu, Caio Fernando. Onde andará Dulce Veiga

(02) Alencar, José de. Iracema

(03) Almeida, Manuel Antonio de. Memórias de um sargento de milícias

(04) Amado, Jorge. Tenda dos milagres

(05) Andrade, Mário de. Macunaíma

(06) Azevedo, Aluísio. O cortiço

(07) Buarque de Holanda, Sérgio. Raízes do Brasil

(08) Callado, Antonio. Reflexos do baile

(09) Cardoso, Lucio. Crônica da casa assassinada

(10) Carvalho, Bernardo. O sol se põe em São Paulo

(11) Cony, Carlos Heitor. Quase memória

(12) Cunha, Euclides da. Os Sertões

(13) Denser, Márcia. Animal dos motéis/Siana caçadora

(14) Dourado, Autran. Ópera dos mortos

(15) Drummond de Andrade, Carlos. Prosa completa

(16) Fagundes Telles, Lygia. As meninas

(17) Figueiredo, Rubens. Barco a seco

(18) Fonseca, Rubem. A coleira do cão

(19) Fonseca, Rubem. A grande arte

(20) Freyre, Gilberto. Casa-grande-senzala

(21) Guimarães Rosa, João. A hora e a vez de Augusto Matraga (in Sagarana)

(22) Guimarães Rosa, João. Grande sertão: veredas

(23) Guimarães Rosa, João. O recado do morro (in No Urubuquaquá, no Pinhém)

(24) Hatoum, Milton. Dois irmãos

(25) Hilst, Hilda. Ficções

(26) João Antônio. Malagueta, Perus e Bacanaço

(27) Lima Barreto. Triste fim de Policarpo Quaresma

(28) Lins do Rego, José. Fogo morto

(29) Lins, Osman. A rainha dos cárceres da Grécia

(30) Lisboa, Adriana. Um beijo de Colombina

(31) Lispector, Clarice. A paixão segundo G.H.

(32) Lispector, Clarice. Laços de Familia

(33) Machado de Assis. 50 contos (org. John Gledson)

(34) Machado de Assis. Dom Casmurro

(35) Machado de Assis. Memorial de Aires

(36) Machado, Aníbal. A morte da porta-estandarte e outras histórias

(37) Marques Rebelo. A estrela sobe

(38) Nabuco, Joaquim. Minha formação

(39) Nassar, Raduan. Lavoura arcaica

(40) Nava, Pedro. Baú de ossos

(41) Noll, João Gilberto. A fúria do corpo

(42) Pena, Cornélio. A menina morta

(43) Piñon, Nélida. Fundador

(44) Pompéia, Raul. O ateneu

(45) Queiroz, Rachel de. Memorial de Maria Moura

(46) Ramos, Graciliano. Memórias do cárcere

(47) Ramos, Graciliano. São Bernardo

(48) Ribeiro, Darcy. Maíra

(49) Ribeiro, João Ubaldo. Viva o povo brasileiro

(50) Rodrigues, Nelson. Teatro completo

(51) Sabino, Fernando. O encontro marcado

(52) Sant´ Anna, Sérgio. Um crime delicado

(53) Santiago, Silviano. Histórias mal contadas

(54) Santos, Joaquim Ferreira dos (org.) As cem melhores crônicas brasileiras

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

4 Comentários em “Para quem já teve um filho e plantou uma árvore”

  1. 21/02/2012 às 21:01 #

    uma pessoas precisa ter um “Q” a mais para se tornar um escritor, que é diferente de escrever um livro.

  2. 22/02/2012 às 21:01 #

    Ler os clássicos é sempre bom…mas será que não mudará a percepção do escritor e o influenciará, alterando o seu estilo original?

    • 22/02/2012 às 21:01 #

      Oi Raquel, acho que o mais natural é ler ao longo da vida toda, espaçadamente, com respiros.Eu pelo menos, pra dar conta dessa lista toda(alguns poucos eu já li), precisaria de muuuuito tempo!

  3. Sarah
    22/02/2012 às 21:01 #

    Lovely, eu precisaria viver cem anos ( e nao de solidão ) para ler a metade deles. De todo modo, nao sei voce, mas se nao estou com ” a cuca ” em ordem, nao consigo ler…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: