Desafia o nosso peito a própria morte

Na segunda-feira de carnaval, estávamos na sala conversando, meu marido, minha filha do meio e eu. A tv estava ligada, o desfile das escolas do Rio estava rolando. De repente escutamos um barulho de helicóptero muito perto do nosso prédio, acompanhado de um feixe de luz fortíssimo. Fomos para a janela, o helicóptero era da polícia e ficou um bom tempo sobrevoando a região. No dia seguinte descobrimos que um restaurante aqui perto tinha sido vítima de um arrastão. Na mesma semana outros restaurantes e na semana seguinte também um prédio passou pela mesma situação. A sensação que tenho é que a violência é um cerco que está se fechando. Do tipo que se ficar o bicho pega, se correr o bicho come. Não vejo muito como escapar ou como sair ileso da violência do nosso país. E o pior, não vejo uma solução no horizonte. Não acredito que a violência seja fruto apenas da miséria, da desigualdade social. A Índia é também um país pobre e cresce sem violência. Porto Príncipe é um país pobre extremamente violento. A miséria pode potencializar, mas não acredito que seja a causa. A causa é a cultura do país. E a nossa cultura é a da corrupção. Roubar, subordinar, omitir e burlar estão presentes em todas as esferas da nossa sociedade. Por isso vivemos com medo. De um jeito ou de outro, com a arma apontada na cabeça ou pagando impostos, estamos sendo assaltados. Não tem como escapar. Me sinto impotente e perdida como na noite do helicóptero, sem saber se olhava as escolas de samba ou a perseguição. Entre a alegria e o medo. A fantasia e a realidade. (RM)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Desafia o nosso peito a própria morte”

  1. Cris
    05/03/2012 às 21:01 #

    Re, concordo totalmente sobre ser cultural. Aliás aqui, a violência começa lá em cima da pirâmide. Ela desce de uma outra maneira e a maioria das pessoas que não têm nada a ver, acabam pagando! Precisamos aplicar as leis com vigor, melhorar (e muito) a educação e dar melhores donidções de vida ao nosso povo, e tenho certeza de que tudo melhora! (Ainda) tenho fé!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: