Instinto de curiosidade

Nessa fase babá de cachorro procuro me distrair observando, já que preciso ficar o tempo todo vigiando o fulaninho. Predominam dois comportamentos: morder e fuçar. Nunca vi curiosidade igual. Com 2 meses de vida ele já é um destemido, se mete em todos os lugares, ontem de manhã caiu na piscina. Tudo o que faz é por instinto, sem censura e sem filtro. Aprende muito rápido. Um bebê  ‘humano’ age da mesma forma, põe tudo na boca, quer pegar, examinar.  Só que em algum momento do crescimento a gente se desliga desse instinto básico, se contenta com o que já tem, o que já viu, bate uma preguiça, pra que continuar ‘fuçando’? Gente curiosa se dá melhor na vida. Pra nos lembrar disso, é sempre bom ter um cachorrinho em casa.   (RL)

Tags:, , ,

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Instinto de curiosidade”

  1. 25/03/2012 às 21:01 #

    Grandes cientistas e grandes inventores surgiram por serem muito curiosos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: