Uma questão de RG

Depois dos 40 começa o pega pega.  A memória parece que desencarna, foge desembestada, nos deixando órfãos de histórias da infância, adolescência, de livros, filmes, fica difícil lembrar até do almoço do dia anterior. Imagino uma impressora instalada lá no cérebro, trabalhando sem parar. De repente ela perde o contato com a CPU.  Tento reimprimir a festa de Natal de 1975  e, ao invés de receber uma página com fotos conhecidas, vem aquela folha em branco. Nada. Ou então uma cena incompleta, perdida no tempo, totalmente embaralhada. Acho um luxo chegar aos 90 e tantos anos com a cabeça funcionando bem, só assim vale a pena viver tanto. Minha avó acaba de completar 96. Ontem fui visitá-la e demos muita risada, tentando agarrar a unha algumas passagens da família, perdidas na poeira. A sensação de encontrar as peças do quebra cabeças, de encaixar uma na outra,  é uma delicia. Como um abraço no filho que chega de viagem.  Se tem uma palavra que muda de status, fica cada dia mais valiosa na vida da gente, é essa: a memória.   (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Uma questão de RG”

  1. 22/04/2012 às 21:01 #

    Parabéns para a sua avó, que maravilha poder comemorar desta forma.
    É engraçado, podemos até perder a memória, mas as lembranças ficam guardadas.
    Parecem a mesma coisa, uma até depende da outra, mas a maneira como as resgatamos são diferentes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: