A Virada da Galinhada do Atala

O D.O.M. foi eleito pela revista inglesa Restaurant, em 30 de abril,  o quarto melhor restaurante do mundo. O chef Alex Atala, proprietário do D.O.M. e homenageado da Virada Cultural, distribuiria 500 porções da Galinhada Dalva e Dito em uma barraca montada no Minhocão na madrugada do dia 06/05. A fila começou a se formar às 18h30 e se estendeu por 3km. Mais de 5 mil pessoas foram comer a Galinhada do Atala. As 500 porções previstas transformaram-se em 600 e obviamente não deram conta da demanda. Os felizardos que conseguiram a quentinha, saborearam o prato frio pois faltou estrutura de aquecimento (e de refrigeração) na barraca. As porções foram disputadas a tapa. Mesmo ciente que a Virada Cultura reuniria cerca de 4 milhões pessoas, a organização do evento não previu a demanda da Galinhada. Não organizou a fila, não obedeceu a ordem das senhas, não ofereceu estrutura para preparar nem mesmo as 500 porções. Alex Atala não conseguiu nem chegar até o quiosque: diante da confusão os organizadores ponderaram que colocariam o chef em risco. Ficou a 100 metros do local onde estava sendo servido o prato e teve que voltar rapidamente. De homenageado a fugitivo. A Virada do Atala. (RM)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: