Ser igual é legal

Pra falar a verdade eu achava meio chato sentir aquele calor danado, esticada na areia, pingando, toda melecada de Rayito de Sol, tentando ganhar uma cor e parecendo um croquete. Mas não reclamava. Aguentava, porque todo mundo aguentava e na adolescência é assim: ser igual é que é legal. E o legal era ser bronzeada e ter marquinhas brancas de biquíni.

Mas o fato é que nunca consegui passar do tom bege queimado e agora, tantos verões depois, vendo a foto desse senhor, me considero uma pessoa de sorte. Pois eu tentei demais alcançar o status de morena jambo. Passei basicamente todas as férias de janeiro dos anos 80 fritando no sol.  Devo ter sido uma branquela boa em matemática, tudo indica que virei o rosto pra lá e pra cá sem perder a conta e nem favorecer um dos lados. Continuo branca, mas com a idade real e igual nas duas metades do corpo. Ufa.  (RL)

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Ser igual é legal”

  1. 06/06/2012 às 21:01 #

    Gostei do bege queimado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: