Ócio

Tenho uma amiga que vai casar de novo. O primeiro casamento ia bem, teve dois filhos, era executiva e ao longo dos anos foi juntando muitos amigos. Desafios não faltavam, tanto na vida pessoal, quanto profissional. Mas eram todos conhecidos. Assim como a conversa com os amigos, como a rotina com o marido. E a vida dela foi se tornando um tédio. O tédio virou desgosto e o desgosto virou separação. E demissão. Deu uma sacudida na vida, não porque não gostasse do marido ou do emprego, mas porque o tédio lhe consumia. O tédio impulsiona, não sei pra cima, ou pra baixo, mas sempre adiante. Vejo pessoas que usam o tédio para ajudar outras pessoas a melhorarem suas próprias vidas, voluntariando-se nos mais diversos setores. Existe outro tipo de pessoa entediada que também cuida da vida outro, mas não de forma tão altruísta. E um tipo que me parece especial, os que usam o tédio para criar, escrever, pintar, tocar… Enfim, o tédio pode servir de muitas maneiras. Pode servir inclusive para voltar a sentir o sangue correndo nas veias, como no caso da minha amiga. (RM)

Tags:, , , ,

Categorias: Uncategorized

Autor:reparei

"Se podes olhar, vê. Se podes Ver, repara." (José Saramago)

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Ócio”

  1. Cris Herold
    06/06/2012 às 21:01 #

    Ócio criativo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: